China impulsiona comércio eletrônico rural após epidemia de coronavírus

Vendas online de produtos agrícolas atingiram marca de US$13 bilhões no primeiro trimestre de 2020

O governo da China está incentivando formas inovadoras de explorar o consumo, especialmente nas áreas rurais, após a redução do mercado devido a epidemia do novo coronavírus.

Mais de 87 mil novas empresas de comércio eletrônico rural foram registradas no país nos primeiros cinco meses de 2020. O número representa um aumento de 13,6% em relação ao ano passado. Ao mesmo tempo, mais de 8 mil empresas rurais adicionaram comércio eletrônico, vendas online ou outros negócios relacionados.

Os chefes de distritos e prefeitos das cidades foram incentivados a promover produtos locais via transmissão ao vivo, com a realização de mais de 4 milhões de transmissões do tipo no primeiro trimestre, segundo os dados do Ministério do Comércio.

No primeiro trimestre, as vendas online de produtos agrícolas atingiram 93,68 bilhões de yuans (US$13,14 bilhões), um aumento anual de 31%, de acordo com o ministério.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.