China garante isenção de aluguel para entidades de mercado

Diretriz visa aliviar a pressão para pequenas e micro empresas

Créditos: Xinhua/Li Yibo

As autoridades chinesas pediram, nesta quinta-feira, aos governos locais que elaborem medidas práticas para reduzir ou isentar os aluguéis habitacionais para entidades de mercado e garantir que todas as políticas e medidas de alívio de aluguel sejam implementadas efetivamente.

Pequenas e micro empresas e empresas autônomas no setor de serviços que são inquilinos de moradias estatais em áreas administrativas de nível distrital classificadas como médio e alto risco para a COVID-19 desfrutarão de uma isenção de aluguel de seis meses este ano, enquanto as de outras áreas serão isentas de pagar aluguel por três meses, de acordo com uma circular divulgada conjuntamente pelo Ministério da Habitação e Desenvolvimento Urbano-Rural e outros sete órgãos governamentais.

Para os arrendadores que oferecem isenção de aluguel, os departamentos de tributação locais cortarão ou isentarão seu imposto de propriedade e imposto de uso da terra urbana de acordo com as regulamentações pertinentes, e os bancos estatais são encorajados a estender empréstimos de penhor a taxas concessionais a esses arrendadoress.

De acordo com um pacote de políticas para estabilizar o desempenho econômico da China, revelado no mês passado, a circular visa promover a isenção de aluguel em fases para entidades de mercado e aliviar a pressão para pequenas e micro empresas, bem como para trabalhadores autônomos no setor de serviços.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.