China faz progresso na proteção ambiental do Cinturão Econômico do Yang-Tsé

O ministro da Ecologia e do Meio Ambiente afirmou que 99,9% das fontes de água potável em cidades de nível superior ao distrital tiveram seus problemas resolvidos

A China vem fazendo grandes progressos contra os proeminentes problemas de proteção ambiental no Cinturão Econômico do Rio Yang-Tsé, pelo que disse o ministro da Ecologia e Meio Ambiente, Li Ganjie, em uma entrevista coletiva. Ele afirmou que, após dois anos de trabalho, 99,9% das 1.474 fontes de água potável em cidades superiores ao nível distrital tiveram os seus problemas resolvidos, incluindo 11 províncias e municipalidades do oeste ao leste do Cinturão Econômico do Yang-Tsé.

Mais de 90% dos 12 “recursos hídricos sujos e malcheirosos” nas capitais das províncias foram limpos, de acordo com Li, e as cidades do nível de sub-região também estão se aproximando desse número. A campanha especial contra o despejo ilegal de resíduos sólidos e perigosos ao longo do Yang-Tsé, o rio mais longo da China, também está sendo bem-sucedida, segundo o ministro, que acrescentou que o país vem fazendo um progresso notável no aumento da proteção das reservas naturais na bacia do Yang-Tsé.

“O país continuará melhorando o seu sistema de supervisão para a proteção do Yang-Tsé”, disse Li, que ainda ressaltou que a “defesa das águas límpidas é uma tarefa primordial da China na batalha contra a poluição em 2019. Este ano, será conduzida uma pesquisa para a elaboração de leis sobre a biossegurança e a conservação do rio Yang-Tsé, de acordo com o relatório de trabalho do Comitê Permanente da 13ª Assembleia Popular Nacional.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.