China está preocupada com decisão dos EUA de suspender financiamento à OMS

Ministério das Relações Exteriores afirma que ação prejudicará cooperação internacional na batalha contra a COVID-19

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, disse que a decisão dos Estados Unidos de suspender seu financiamento à Organização Mundial da Saúde (OMS) prejudicará a cooperação internacional no combate à COVID-19 e a China está seriamente preocupada com isso.

“Como a organização internacional mais competente e profissional no campo da segurança global da saúde pública, a OMS desempenhou um papel insubstituível ao lidar com uma crise global de saúde pública”, afirmou Zhao.

“Dada a gravidade e a urgência da situação global de pandemia, a decisão dos EUA de suspenderem o financiamento enfraquecerá a capacidade da OMS e prejudicará a cooperação internacional na batalha contra a COVID-19”, explicou o porta-voz. “Isso afetará todos os países do mundo, incluindo os Estados Unidos e os vulneráveis”.

Zhao confirmou que a China continuará apoiando a OMS nas principais ações anti pandêmicas globais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.