China está construindo nova estação de monitoramento espacial

Obras na região da Mongólia devem ser concluídas em 2023

A China começou a construir uma estação de monitoramento como parte de uma rede para estudar o clima espacial, anunciou o Centro Nacional de Ciências Espaciais da China (NSSC, em inglês).

O NSSC, que é afiliado à Academia Chinesa de Ciências, disse que a estação está sendo construída em Siziwang Banner, região autônoma da Mongólia Interior, norte da China. Espalhada por 400 mu (cerca de 26,67 hectares), espera-se que ela seja concluída em 2023.

A estação usará um conjunto de radares de alta frequência em grande escala como o principal equipamento de detecção. Ela pertence à Rede Terrestre de Monitoramento do Ambiente Espacial, que irá aprofundar a compreensão dos cientistas sobre a formação de eventos climáticos espaciais e fornecer suporte científico e de dados para reduzir o impacto de eventos desastrosos.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.