China enfrenta crescentes riscos de casos importados de COVID-19

País asiático identificou coronavírus em carne bovina brasileira e suspendeu importação de alimentos da cadeia fria

Especialistas da Comissão Nacional de Saúde da China afirmaram que o país está enfrentando um maior risco de transmissão local causado por casos importados. “É provável que vejamos surtos esporádicos de infecções dispersas ou de cluster no próximo inverno e primavera”, disse um funcionário.

Nesta semana, autoridades de Wuhan descobriram que três amostras de carne bovina congelada importada do Brasil testaram positivo para a COVID-19. Os produtos foram selados, colocados em quarentena e a área foi desinfetada.

A alfândega chinesa também decidiu suspender a importação de produtos de 99 fabricantes de alimentos da cadeia fria de 20 países que relataram infecções de agrupamento de COVID-19 entre os empregados.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.