China Eastern Airlines suspende atividades de 223 aeronaves Boeing 737

Companhia anunciou que modelo passará por verificações e manutenção, seguindo padrões nacionais

Equipes de resgate procuram outra caixa preta na área ao redor do local do acidente do avião no distrito de Tengxian, Região Autônoma da Etnia Zhuang de Guangxi , no sul da China. (Créditos: Xinhua/Lu Boan)

A China Eastern Airlines e suas subsidiárias suspenderam temporariamente a atividade de 223 aeronaves Boeing 737-800, após a queda de um dos modelos, que levava 132 pessoas a bordo, no início desta semana na Região Autônoma da Etnia Zhuang de Guangxi, no sul da China, anunciou a companhia aérea na quinta-feira.

Todas as aeronaves suspensas estão passando por verificações e manutenção de acordo com o mais alto padrão de segurança para garantir que atendam aos requisitos de aeronavegabilidade, disse Liu Xiaodong, chefe do departamento de publicidade da companhia aérea, em uma coletiva de imprensa.

Ele acrescentou que a empresa lançou uma ampla revisão de segurança após o acidente. Todos os outros aviões de passageiros da China Eastern Airlines, atualmente em operação, atendem aos requisitos das autoridades de aviação chinesas, disse Liu.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.