China e países africanos conduzem cooperação frutífera para imunização contra COVID-19

País asiático forneceu 189 milhões de doses de vacinas contra a 27 países africanos

Créditos: Joseph Mizere/Xinhua

Como a pandemia da COVID-19 continua a afetar o mundo, a cooperação entre a China e os países africanos em vacinas tem feito progressos notáveis.

Desde a Oitava Conferência Ministerial do Fórum de Cooperação China-África (FOCAC, sigla em inglês) realizada em novembro de 2021, a China forneceu 189 milhões de doses de vacinas contra COVID-19 a 27 países africanos, e a capacidade de produção local em cooperação com parceiros africanos atingiu cerca de 400 milhões de doses anuais.

Na Oitava Conferência Ministerial do FOCAC, a China anunciou que vai fornecer mais 1 bilhão de doses de vacinas contra COVID-19 para a África, realizar 10 projetos médicos e de saúde para países africanos e enviar 1,5 mil profissionais médicos e especialistas em saúde pública para a África.

“Desde a Oitava Conferência Ministerial, a China tem apoiado a combate da África contra a pandemia, bem como sua recuperação e desenvolvimento pós-pandêmico, através de projetos concretos de ajuda”, informou Liu Junfeng, funcionário da Agência de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento da China.

Liu disse que a China continuará a enviar vacinas e suprimentos antipandêmicos para o Quênia, Mali e outros países africanos, e continuará a trabalhar com a África para implementar medidas relevantes de cooperação antipandêmica.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.