China é o maior centro manufatureiro do mundo pelo 11º ano consecutivo

Contribuição chinesa chega a quase 30% da produção mundial

A China mantém a primeira posição como maior centro manufatureiro do mundo por 11 anos consecutivos, representando quase 30% da produção mundial, segundo o Ministério da Indústria e Informatização.

O ministro chinês Xiao Yaqing informou que, nos últimos cinco anos, a produção industrial da China saltou de 23,5 trilhões de yuans (US$ 3,63 trilhões) para 31,3 trilhões de yuans.

Durante o 13º Plano Quinquenal (2016-2020), a taxa de crescimento média de produção do setor de manufatura de alta tecnologia da China atingiu 10,4%, um aumento de 4,9 pontos percentuais em relação à produção industrial geral.

As indústrias de transmissão de informações e serviços de software e tecnologia da informação tiveram progressos significativos durante o período. A produção foi de 1,8 trilhão de yuans para 3,8 trilhões de yuans. Além disso, a participação no produto interno bruto foi de 2,5% para 3,7%.

Os dados também revelaram que, até o final de 2020, a penetração familiar de banda larga fixa na China atingiu 96%, enquanto a abrangência de banda larga móvel ficou em 108%.

Sobre o desenvolvimento da rede 5G, o país construiu 718 mil estações-base da tecnologia até o final de 2020, com o número de terminais móveis conectados à internet excedendo 200 milhões.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.