China é contrária a politização da Covid-19 e defende resposta global à pandemia

“A China se opõe firmemente à prática errada de rotular o vírus e politizar a pandemia”, diz porta-voz

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Zhao Lijian, disse na última semana que a China é contrária a politizar a Covid-19 e defende a cooperação global para superar a pandemia.

Recentemente, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou uma ordem executiva reconhecendo que ações de líderes políticos estadunidenses, inclusive sobre o novo coronavírus, alimentaram a xenofobia no país contra americanos de origem asiática.

Em uma coletiva de imprensa, Zhao afirmou que “a posição da China em relação à pandemia da Covid-19 é consistente e clara” e que o vírus é o inimigo comum da humanidade.

Segundo o porta-voz, a Organização Mundial da Saúde e a comunidade internacional se opõem à prática de associar a doença a qualquer país ou região específica. O rastreamento deve ser feito por cientistas em todo o mundo de forma prudente. “A China se opõe firmemente à prática errada de rotular o vírus e politizar a pandemia”, comentou.

Além disso, o lado asiático espera que os Estados Unidos consigam controlar a disseminação da pandemia o mais rápido possível, disse Zhao, acrescentando que a China está pronta para trabalhar com a comunidade internacional para dar uma resposta à pandemia.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.