China e CELAC aprofundarão cooperação científica e tecnológica prática

Aproximação aconteceu durante fórum com país asiático e Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos

A China está disposta a promover o estabelecimento de um centro de inovação alimentar sustentável e um centro de transferência de tecnologia entre o país e a América Latina para aprofundar a cooperação científica na luta contra os desafios globais, disse o ministro da Ciência e Tecnologia da China, Wang Zhigang.

Wang fez os comentários durante o Segundo Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação China-Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC). “Como uma nova rodada de revolução científica e transformação industrial está crescendo, a epidemia de Covid-19, as mudanças climáticas e a segurança alimentar são desafios comuns que enfrentamos”, ele disse.

Representantes da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos disseram que todos os membros do grupo valorizam a cooperação aberta em inovação científica e estão dispostos a fazer com que a cooperação tenha um papel fundamental no enfrentamento da pandemia.

O fórum é organizado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia da China e pelo Ministério das Relações Exteriores do México, que atualmente detém a presidência rotativa da CELAC. Chefes de ciência e tecnologia de mais de 20 países realizaram palestras online no evento.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.