China e Brasil reforçam cooperação durante Semana de Inovação

Evento contou com representantes dos governos, empresas e pesquisadores dos dois países

Cerca de 200 representantes do governos, faculdades, empresas e organizações de pesquisa científica participaram da Semana de Inovação China-Brasil 2021 (CBIW 2021), que aconteceu em Pequim, Xangai, Brasília e São Paulo. As discussões online e presenciais, nos últimos três dias, tiveram ênfase em tecnologia agrícola e neutralidade de carbono.

Wang Jinzhan, secretário-executivo da Associação de Ciência e Tecnologia da China, ressaltou que o governo chinês coloca a inovação científica e tecnológica no centro da situação geral de desenvolvimento nacional, e que o Brasil também atribui importância à transformação das conquistas científicas e tecnológicas em verdadeiras forças produtivas.

As empresas agrícolas brasileiras também estão buscando oportunidades na CBIW para entrar no mercado chinês. A ECOtrace é uma delas. A empresa se concentra na digitalização da rastreabilidade através da tecnologia blockchain, que ajuda agricultores e consumidores a obter dados transparentes instantaneamente.

Vários consumidores chineses já estão usando a plataforma da empresa para identificar a origem dos produtos que compram, disse Maria Paula, chefe de inovação da ECOtrace.

Na CBIW 2021, foi inaugurado o Centro de Inovação do Brasil, localizado no distrito de Yangpu, em Xangai. Cerca de 10 empresas do Brasil estão buscando oportunidades de cooperação de mercado através do centro.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.