China doará 300 mil doses de vacinas contra Covid-19 para ONU

As unidades de imunizante são para as forças de paz da organização

A China pretende doar 300 mil unidades de imunizante contra Covid-19 para as forças de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), com prioridade para os soldados que trabalham na África. O representante da China na entidade, Zhang Jun, notificou o secretário-geral Antônio Guterres nesta segunda-feira sobre a intenção do país.

Este é mais um passo para tornar as vacinas chinesas um bem público global e uma demonstração do apoio firme e contínuo às Nações Unidas e ao multilateralismo, destacou a missão chinesa em um comunicado.

Como um dos defensores da questão de segurança e proteção da iniciativa “Ação para manutenção da Paz” de Guterres, a China atribui grande importância à segurança e proteção dos agentes da paz e apoia a vacinação contra a Covid-19 para que eles protejam sua saúde e para ajudá-los a desempenhar melhor suas funções. O governo chinês vai trabalhar com a ONU para disponibilizar as doses o quanto antes.

A China também acredita na importância da distribuição equitativa de imunizantes, especialmente para países em desenvolvimento. E continuará a trabalhar em solidariedade com nações de todo o mundo para fazer esforços incessantes para obter a vitória na luta contra a pandemia, diz o comunicado.

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, anunciou a decisão de doar doses para as forças de paz da ONU em uma reunião do Conselho de Segurança sobre as vacinas em 17 de fevereiro.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.