China doa hospital móvel para ajudar Argentina no combate à pandemia

A cooperação tem como objetivo aumentar a capacidade médica do país sul-americano

A China doou um hospital móvel composto por 13 caminhões à Argentina a fim de aumentar a capacidade médica do país sul-americano. A cerimônia de entrega aconteceu na última semana em Buenos Aires. 

No evento, Santiago Cafiero, chefe do Gabinete de Ministros argentino, agradeceu à China pelo apoio e elogiou a doação como ato de solidariedade, que reflete “uma visão de mundo cooperativa por parte do governo chinês”.

O ministro da Defesa, Agustín Rossi, comentou que “a Argentina não tinha um hospital automotor, portátil e móvel. Estamos incorporando a doação ao sistema de saúde militar e obviamente estará à disposição do Ministério da Saúde”.

Rossi também destacou que a capacidade móvel dos 13 módulos permitirá chegar a diversos pontos do país com rapidez e precisão.

Carla Vizzotti, ministra da Saúde, disse que o hospital é “uma ferramenta fundamental para dar respostas” na situação atual e que é “um exemplo muito importante do que significa a colaboração internacional”.

Cada veículo corresponde a uma função diferente do hospital, incluindo um operacional, primeiros socorros, diagnóstico de raio-X, laboratório bioquímico, esterilização e fornecimento de energia.

Ainda há um veículo de abastecimento de água, cozinha, máquina de lavar roupa, gerador de oxigênio, duche, sanitário e apoio para tenda.

A China também forneceu quatro tendas para pacientes, 90 rádios portáteis VHF e 15 rádios de mochila.

A doação é um marco na cooperação contra Covid-19 dos dois países.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.