China diz que “EUA pagarão preço alto” por visita a Taiwan

O país asiático é contra a viagem de representante dos EUA à ilha

Um porta-voz da Missão Permanente da China na Organização das Nações Unidas (ONU) disse nesta quinta-feira que a China é contra a visita de Kelly Craft, representante dos Estados Unidos na ONU, a Taiwan.

A declaração foi uma resposta a Mike Pompeo, secretário estadunidense. Ele disse que Craft fará uma viagem à ilha chinesa.

O porta-voz afirmou que o governo da República Popular da China é o único legítimo que representa todo o país. Ele também recordou que os Estados Unidos assumiram um compromisso explícito sobre isso em três comunicados conjuntos China-EUA.

Além disso, o princípio Uma Só China é reconhecido pela comunidade internacional e é uma norma básica das relações internacionais assegurada pela Resolução 2.758 da Assembleia Geral da ONU.

“Os Estados Unidos pagarão um preço alto por sua ação errada”, disse o porta-voz chinês. “A China insta fortemente que os Estados Unidos parem com sua provocação maluca, parem de criar novas dificuldades para as relações bilaterais e a cooperação dos dois países nas Nações Unidas, e parem de seguir o caminho errado”, concluiu.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.