China diz esperar que Reino Unido tome uma decisão independente em relação ao 5G

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China observou que a gigante da tecnologia, Huawei, atua no Reino Unido há anos, investindo e apoiando novos empregos

A China disse ter esperança de que a Grã-Bretanha assuma uma posição objetiva e justa e que faça uma escolha independente, de acordo com os seus próprios interesses, na questão do 5G, fornecendo uma solução imparcial, justa, aberta e um ambiente de negócios que não discrimine empresas chinesas. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Geng Shuang, fez essas observações numa coletiva de imprensa realizada na última semana. 

Geng também observou que a Huawei atua no Reino Unido há muitos anos e que investe bilhões de libras, apoia dezenas de milhares de empregos e estabelece centros de pesquisa conjuntos, cumprindo ativamente a sua responsabilidade social. 

Ele ainda pediu aos Estados Unidos para que parem de generalizar o conceito de segurança nacional, prejudicando e culpando a China e suprimindo, sem razão, as empresas do país asiático. “Qual é a real intenção dos EUA ao difamar a China e suprimir as empresas chinesas? Acredito que qualquer país que defenda uma posição objetiva e justa possa ver claramente”, disse o porta-voz.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.