China divulga plano para impulsionar economia verde

Documento pede esforços para alcançar a neutralidade de carbono até 2060

O Conselho de Estado da China divulgou uma diretriz para acelerar o desenvolvimento de um sistema econômico circular verde e de baixo carbono. O documento pede esforços para implementar o novo modo de desenvolvimento, aumentar a eficiência no uso de recursos, fortalecer a proteção do ambiente ecológico e controlar as emissões de gases do efeito estufa.

Até 2025, a China terá um aumento na escala das indústrias verdes, uma queda contínua nos principais poluentes e uma redução na intensidade de emissão de carbono, segundo o plano.

A eficiência de utilização de energia e recursos nas indústrias-chave e para produtos-chave deverá atingir um nível internacionalmente avançado até 2035.

Para atingir as metas, o documento define as principais medidas, incluindo o desenvolvimento dos sistemas de produção, consumo e circulação ecológicos e com baixo carbono.

A China anunciou que se esforçará para atingir o pico das emissões de dióxido de carbono até 2030 e alcançar a neutralidade de carbono até 2060.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.