China destina 16 bilhões de dólares à luta contra epidemia, diz Ministério das Finanças

Somente em Hubei, epicentro do surto no país, foram injetados mais de 6 bilhões de yuans

O governo chinês destinou 110,48 bilhões de yuans para prevenção e controle do surto do novo coronavírus. O valor equivale a 16 bilhões de dólares. Os números foram revelados nesta quinta-feira pelo vice-primeiro ministro das Finanças, Xu Hongcai.

Desse total, 71,43 bilhões de yuans já foram usados. Os outros 39,05 bilhões de yuans ainda não foram gastos. Xu afirma que o governo injetou 6,2 bilhões de yuans em Hubei, península mais afetada pela epidemia, para apoiar o tratamento de pacientes, construção de hospitais e compra de equipamentos.

O vice-primeiro ministro das Finanças também falou sobre a política de redução de impostos e taxas em larga escala adotada para estimular a vitalidade do mercado. Em 2019, a escala de redução de impostos ultrapassou 2 trilhões de yuans.

“A política de redução de taxas em larga escala trouxe uma redução na receita fiscal local”, observou Xu. “Este ano, devido à epidemia, tanto a redução da receita fiscal quanto os gastos aumentaram, e, portanto, alguns governos locais, especialmente os de base, estão enfrentando pressão para equilibrar suas receitas e despesas”, afirmou.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.