China desmente acusações dos Estados Unidos

Mike Pompeo, secretário de Estado dos EUA, fez declarações contra o Partido Comunista Chinês

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, desmentiu nesta segunda-feira a acusação de Mike Pompeo, secretário de Estado estadunidense, sobre as políticas do Partido Comunista Chinês (PPCh) a respeito de religião, direitos humanos e questões relacionadas ao Tibete e a Xinjiang.

Em coletiva de imprensa, Zhao disse que Pompeo tem praticado uma “diplomacia de mentiras” e buscado resgatar o Macarthismo, que prejudica a imagem e a reputação do país norte-americano.

Ele ainda afirmou que a tentativa de criar divergências entre o PCCh e o povo chinês não dará certo, pois a China encontrou um caminho de desenvolvimento de acordo com as realidades internas do país. O porta-voz ainda citou pesquisas que teriam indicado mais de 90% de satisfação da população chinesa em relação ao governo por vários anos.

Zhao completou dizendo que ataques políticos contra o partido comunista significa atacar os 1,4 bilhão de chineses. “Qualquer tentativa de remoldar ou mesmo subverter o governo é ‘uma missão impossível’ e fadada ao fracasso”, concluiu o porta-voz.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.