China desenvolve método eficiente e barato de converter metano em combustível

O responsável é o catalisador de cério e álcool, que permite que a reação seja realizada sem aquecimento ou condensação

Um novo método altamente eficiente de conversão do metano em combustível liquefeito em temperatura ambiente desenvolvido por pesquisadores chineses. Batizado de cério-fotocatálise, ele é de baixo custo e pode ser usado para fabricar combustível-propelente de foguete.

Tudo começou com uma descoberta de que o cério pode capturar luz solar e gerar uma reação catalisada pela luz, por uma equipe da Universidade ShanghaiTech. Foram feitos diversos experimentos até que eles desenvolvessem uma combinação de catalisador de cério e álcool, que é capaz de converter o metano em combustível em temperatura ambiente, sem que sejam usados qualquer tipo de aquecimento ou condensação.

O metano é frequentemente encontrado como o principal componente do gás natural, porém a sua conversão é difícil, pois exige altas temperaturas e o uso de metais raros e caros, como a platina e o paládio. Os pesquisadores recorreram ao o cério um metal suave, flexível e branco-prateado, abundante no país.

Esses novos catalisadores custam 18 mil yuans (US$ 2.650) por ton, o que corresponde a 1/10.000 do valor dos catalisadores metais tradicionais, de acordo com o pesquisador líder Zuo Zhiwei. A sua aplicação também poderá ser usada nas indústrias de química farmacêutica e agrícola, sendo que algumas companhias chinesas já manifestaram a intenção de cooperar cm a equipe de pesquisa.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.