China defenderá verdadeiro multilateralismo, diz chancelaria

Wang Yi comentou sobre impacto da declaração de Xi Jinping na Assembleia Geral da ONU

O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, disse que o país continuará defendendo os propósitos e princípios da Carta da ONU, a contribuição conjunta a benefícios compartilhado e praticando o verdadeiro multilateralismo.

Wang fez as afirmações ao comentar sobre o significado e o impacto de longo alcance da declaração do presidente chinês, Xi Jinping, no Debate Geral da 76ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas na terça-feira.

À medida que a pandemia continua devastando o mundo, vencer a luta contra a Covid-19 é o desejo urgente das pessoas. A vacinação é uma arma poderosa contra a doença, mas o nacionalismo ainda prevalece. Alguns países estão tentando culpar outros e se envolver na manipulação política, minando seriamente a solidariedade internacional, observou Wang.

Ele apontou que a proposta de Xi da Iniciativa de Desenvolvimento Global é uma declaração importante da contribuição da China para revitalizar a parceria global da ONU para o desenvolvimento e ajudará a comunidade internacional a formar sinergia para acelerar a implementação da Agenda 2030.

Observando que a China aumentará o apoio a outros países em desenvolvimento no crescimento de energia verde e de baixo carbono, e não construirá novos projetos de energia movidos a carvão no exterior, Wang disse que este é outro passo importante que a China dá de forma independente para enfrentar as mudanças climáticas globais e mais uma contribuição positiva para a promoção da recuperação verde global.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.