China cumpre todas as metas sobre direitos humanos entre 2016 e 2020

País “aderiu ao conceito de desenvolvimento centrado nas pessoas”, afirma relatório

O Plano de Ação sobre Direitos Humanos, emitido pelo Governo da China em setembro de 2016, foi totalmente implementado, de acordo com um informe de avaliação realizado por especialistas. Todos os 168 objetivos e metas estabelecidos foram concluídos, com resultados maiores do que as metas estabelecidas, segundo o documento.

“Em termos gerais, entre 2016 e 2020, a China aderiu ao conceito de desenvolvimento centrado nas pessoas, implementou seriamente o princípio constitucional de respeitar e proteger os direitos, e tomou medidas práticas para promover ativamente a implementação do plano de ação”, diz o informe.

Houve uma melhoria na proteção dos direitos econômicos, sociais e culturais das pessoas, direitos civis e políticos, os direitos das minorias étnicas, mulheres, crianças, idosos e deficientes, a promoção da divulgação de informações e educação em direitos humanos, e conquistas em intercâmbios e cooperação internacionais relevantes.

Em particular, o documento elogiou o sucesso da China na eliminação da pobreza absoluta e na construção abrangente de uma sociedade moderadamente rica, o que levou a uma proteção significativamente maior dos direitos humanos no país.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.