China critica invasão de aeronave dos EUA em zona interditada ao voo

Para porta-voz chinês, “ação foi uma evidente provocação e poderia ter resultado em acidentes”

A China expressou nesta semana firma oposição à invasão realizada por uma aeronave militar norte-americana em zona de exclusão aérea chinesa.

De acordo com Wu Qian, porta-voz do Ministério da Defesa Nacional, a ação dos Estados Unidos poderia ter resultado em acidentes, já que o espaço aéreo invadido é utilizado para exercícios de tiro do Exército de Libertação Popular.

“A invasão afetou severamente os exercícios normais e as atividades de treinamento da China, e violou as regras de comportamento para a segurança aérea e marítima entre a China e os EUA”, disse Wu. “A ação foi uma evidente provocação”, reforçou o porta-voz.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.