China corta principal taxa de empréstimo do país

Novidade deverá garantir desenvolvimento estável do setor imobiliário

A China baixou sua principal taxa de empréstimo (LPR), uma taxa referencial baseada no mercado, já que as autoridades intensificaram o apoio monetário para fortalecer a economia. A LPR de um ano ficou em 3,7%, caindo dos 3,8% em relação ao mês anterior, informou o Centro Nacional de Financiamento Interbancário.

A LPR de mais de cinco anos, na qual muitos credores baseiam suas taxas de hipoteca, foi reduzida em 5 pontos-base, para 4,6%.

A redução seguiu um corte em dezembro, que produzirá efeitos positivos na expansão da demanda interna, garantindo um desenvolvimento estável do setor imobiliário, comentou Wen Bin, analista-chefe do Banco Minsheng da China.

Os dados divulgados mostraram que o crescimento econômico da China teve uma forte recuperação anual de 8,1% em 2021, mas as autoridades também alertaram para a tripla pressão de contração da demanda, choques da oferta e enfraquecimento das expectativas em meio a um ambiente externo cada vez mais complicado.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.