China continua com o maior volume de entregas do mundo

O setor sustentou transições online no valor de quase 7 trilhões de yuans (US$ 989,7 bilhões) em 2018

O volume de negócios dos serviços de entrega da China se manteve em primeiro lugar mundial pelo quinto ano consecutivo em 2018, disse Ma Junsheng, diretor da Administração Estatal de Correios, num discurso em comemoração do 50º Dia Mundial dos Correios. Os vigorosos negócios do setor apoiaram transições de vendas online no valor de quase 7 trilhões de yuans (US$ 989,7 bilhões) e criaram empregos para mais de 200 mil pessoas no ano passado.

O país deve incentivar as empresas de correios e entrega rápida a incrementar os tipos de serviços mais resilientes, específicos e variados para atender à crescente demanda do mercado, segundo Ma.  Por outro lado, ele disse que devem ser feitos mais esforços para impulsionar as empresas de entrega com competitividade internacional e acelerar a integração das empresas de serviços de correio com a indústria de manufatura avançada.

Ma ainda pediu a expansão dos serviços de entrega para as áreas rurais para aumentar as vendas de produtos agrícolas e promover o alívio da pobreza. Em 2018, o faturamento total do setor postal da China atingiu 1,23 bilhão de yuans, 26,4% a mais do que no ano anterior, enquanto as receitas comerciais, excluindo as receitas operacionais diretas dos bancos de poupança postal, aumentaram 19,4%, chegando a 790,47 bilhões de yuans.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.