China construirá centro internacional de reprodução agrícola em Hainan

Instituição criará um novo sistema de melhoramento genético, segundo organizadores

Créditos: Arquivo/Xinhua/Pu Xiaoxu

Um centro internacional de reprodução agrícola será construído em Hainan, província tropical do sul da China, com o objetivo de enfrentar o desafio global das mudanças climáticas e garantir a segurança alimentar, de acordo com a Academia Chinesa de Ciências Agrícolas (ACCA).

A ACCA, o Instituto Internacional de Pesquisa do Arroz e o Centro Internacional de Melhoramento do Milho e do Trigo assinaram nesta quinta-feira uma carta de cooperação para estabelecer o centro de criação em um parque científico e tecnológico na cidade de Sanya, Província de Hainan.

Wu Kongming, presidente da ACCA, disse que a cooperação internacional será propícia à exploração e utilização de recursos de germoplasma das organizações de pesquisa, pesquisa de reprodução biológica, treinamento técnico e a inovação da indústria mundial de sementes.

Ao utilizar a política de livre comércio portuário de Hainan e as vantagens de Sanya na criação agrícola, o centro internacional de reprodução integrará recursos de pesquisa de reprodução, criará um novo sistema de melhoramento genético e promoverá a inovação da pesquisa científica, a fim de contribuir para o desenvolvimento sustentável da economia, sociedade e ecologia, de acordo com a ACCA.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.