China constrói plataforma de AI para proteger vida selvagem

Com o uso de tecnologia avançada como inteligência artificial e big data, a plataforma poderá auxiliar pesquisas sobre sistemas ecológicos, populações de animais e animais individuais

Uma plataforma de monitoramento de inteligência artificial (AI) foi estabelecida na China com o objetivo de fortalecer a proteção das vidas selvagens. O anúncio foi feito pelos responsáveis por desenvolver a plataforma: o Centro de Pesquisa do Felino da Administração Nacional de Recursos Florestais e de Pastagem, o Instituto de Tecnologia de Harbin (HIT) e o Grupo de Big Data do HIT.

Usando big data e AI, a plataforma de acompanhamento em tempo real poderá auxiliar nas pesquisas sobre sistemas ecológicos, populações de animais e animais individuais graças às tecnologias avançadas como aprendizagem de máquina e processamento neurolinguístico. A Internet das Coisas, big data e a visão de máquina inteligente também permitem à plataforma que estabeleça modelos de reconhecimento individual com principais elementos de reconhecimento como postura, modo de andar, cor e pele de animais.

Li Fuquan, funcionário do Grupo de Big Data do HIT, afirmou que a plataforma será previamente utilizada para detectar e monitorar os tigres siberianos em risco de extinção, assim como leopardos e suas presas. As zonas florestais nas províncias de Heilongjiang e de Jilin e nas áreas fronteiriças entre a China e a Rússia, no nordeste da China, são o habitat principal desses animais.

Segundo Li, é previsto que essa plataforma possa oferecer serviços transfronteiriços para a proteção de animais selvagens. Uma base de dados para tigres siberianos e leopardos será estabelecida para auxiliar o estudo das relações entre as alterações do ambiente ecológico e o desenvolvimento das espécies. “Os dados podem nos ajudar a entendermos os animais selvagens de forma melhor, e espera-se que mais tecnologias sejam introduzidas para estudar e proteger os animais selvagens”, acrescentou ele.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.