China considera aumentar assentos para mulheres e trabalhadores de base na mais alta legislatura

Projeto foi discutido durante a 13ª Assembleia Popular Nacional

Créditos: Xinhua/Ding Haitao

Legisladores chineses começaram a deliberar sobre um projeto para ampliar os assentos para as pessoas do nível popular e mulheres, através de cotas na eleição de deputados, durante a quinta sessão da 13ª Assembleia Popular Nacional (APN).

A proposta poderá ser aplicada para a 14° APN e visaria trabalhadores de linha de frente, agricultores e técnicos profissionais.  O número de legisladores de minorias étnicas também deverá representar cerca de 12% do total, caso for aprovado.

A eleição dos deputados será concluída em janeiro de 2023, segundo o projeto apresentado.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.