China condena ataque terrorista em hotel no Paquistão

Explosão de carro-bomba deixou cinco mortos e mais de dez feridos

A Embaixada da China no Paquistão condenou com veemência o ataque terrorista no Hotel Serena em Quetta, no sudoeste do país, na última semana.

Um carro-bomba atingiu o estabelecimento, deixando cinco pessoas mortas e mais de dez feridos, segundo autoridades da província de Baluchistão.

No comunicado, a China expressou “condolências às vítimas e solidariedade aos feridos”. O embaixador chinês no Paquistão, Nong Rong, liderava uma visita a Quetta no mesmo dia do ocorrido.

“Quando o ataque ocorreu, a delegação chinesa não estava no hotel. Até o presente, não há relatos de vítimas da China”, informou Rong.

O grupo Tehrik-i-Taliban Paquistão reivindicou o ataque, mas a autoria não foi oficialmente confirmada.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.