China conclui construção de um dos maiores telescópios solares do mundo

“Como a atividade solar está cada vez mais frequente, os eventos climáticos espaciais se tornarão mais graves”, afirma líder do projeto

Cientistas da Academia Chinesa de Ciências anunciaram nesta terça-feira que construíram um dos maiores telescópios solares do mundo. A tecnologia será utilizada para observar e prever melhor a atividade solar.

O Grande Telescópio Solar Chinês (CLST, em inglês), com uma abertura de 1,8 metro, foi desenvolvido pelo Instituto de Óptica e Eletrônica da academia. Segundo comunicado oficial, o telescópio capturou o primeiro lote de imagens de alta resolução da atmosfera solar em 10 de dezembro de 2019.

Segundo Rao Changhui, líder do projeto, o CLST será equipado com um grupo de tecnologias para óptica adaptativa, detecção de campo magnético e detecção de campo de velocidade. “Como a atividade solar está cada vez mais frequente, os eventos climáticos espaciais se tornarão mais graves. No futuro, o telescópio solar será usado para observar a atividade solar, oferecendo suporte de dados para pesquisa solar e previsão da meteorologia espacial”, disse Rao.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.