China concede primeira patente para vacina contra o novo coronavírus

Vacina tem como vetor o adenovírus defeituoso modificado

A Administração Nacional de Propriedade Intelectual da China concedeu a primeira patente do país para uma vacina contra o novo coronavírus. O produto, desenvolvido pelo Instituto de Medicina Militar da Academia de Ciências Militares, tem como vetor o adenovírus defeituoso modificado.

Segundo o resumo da patente, a vacina apresenta boa imunogenicidade em ratos e porquinhos-da-índia e pode induzir forte resposta imune celular em um curto período de tempo. As doses podem ser produzidas rapidamente em grande escala para lidar com um surto de COVID-19.

A vacina já terminou os ensaios clínicos de fase 1 e 2, que verificaram sua segurança e imunogenicidade, conforme informou o jornal Diário do Povo.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.