China completará linha ferroviária ao redor do maior deserto do país

Estrutura melhorará logística de transporte das especialidades de Xinjiang, incluindo algodão e nozes

Créditos: Xinhua/Aman

Uma ferrovia na Região Autônoma Uigur de Xinjiang, no noroeste da China, começará a operar nesta quinta-feira, completando uma linha ferroviária de 2,7 mil km que circunda o maior deserto chinês, o Taklamakan, anunciou a China State Railway Group.

A ferrovia de 825 km tem 65% de seu comprimento dentro do deserto e se estende para o leste da cidade de Hotan até o Distrito de Ruoqiang, ao longo da extremidade sul do Taklamakan, o segundo maior deserto de areia do mundo. Sua construção começou em dezembro de 2018.

Cinco pontes que se estendem por 49,7 km elevam a ferrovia para protegê-la contra tempestades de areia, revelou a China Railway.

A abertura da ferrovia permitirá que os trens contornem completamente um deserto pela primeira vez no mundo, destacou a companhia. Ela também facilitará as viagens e a logística das especialidades de Xinjiang, incluindo algodão, nozes, tâmaras e minerais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.