China busca atrair turistas da América Latina em feira de turismo

O país asiático se promoveu na Feira Internacional de Turismo da América Latina, que aconteceu em Buenos Aires

A China está se promovendo como um dos principais destinos de viagem na Feira Internacional de Turismo da América Latina (FIT), que aconteceu na capital da Argentina, Buenos Aires. Essa é uma tentativa de atrair visitantes da região e, segundo Feng Jiang, um dos organizadores da exposição da China na feira, o objetivo é levar mais falantes de espanhol para o país asiático.

Como a maior feira do gênero na região e entre as cinco maiores do mundo, a FIT levou mais de 50 países para apresentarem suas gastronomias, atrações turísticas e culturais. O ministro do Turismo da Argentina, Gustavo Santos, e o prefeito de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta, participaram da abertura do evento.

Alejandro Jiang, do pavilhão da China, disse que tanto a China quanto a América Latina deram “um grande passo” para aumentar os fluxos bilaterais de turismo. Embora a China continue sendo um destino de escolha para os viajantes latino-americanos, a acessibilidade ainda é um obstáculo: “O maior problema que temos agora é a viagem. Não há muitas companhias aéreas ou voos (conectando China e América Latina), e isso é outra coisa que pretendemos expandir”, disse ele.

Andreina Mendoza, uma visitante argentina do FIT, é o tipo de turista que a China espera atrair. Ele disse que o seu interesse na China reside no fato de que “é um país que demonstrou uma grande capacidade de desenvolvimento nos últimos anos e mostrou ser um dos países mais modernos”.

O Ministério da Cultura e Turismo da China registrou um aumento de 4,7% nas chegadas de estrangeiros em 2018 em comparação a 2017. Mais de 30,54 milhões de visitantes estrangeiros viajaram para a China no ano passado, gerando receita de US$ 73,1 bilhões.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.