China avançará abertura da educação, diz ministro chinês

País asiático tornou-se a maior fonte de estudantes internacionais do mundo

O ministro da Educação da China, Chen Baosheng, pediu na última semana pela promoção da abertura da educação e a introdução de recursos educacionais de alta qualidade do exterior.

“A China tornou-se a maior fonte de estudantes internacionais do mundo e o maior destino de estudantes estrangeiros na Ásia”, observou. O ministro solicitou o fortalecimento dos intercâmbios tecnológicos internacionais de ponta e a promoção do desenvolvimento integrado da tecnologia da informação e da educação, bem como o aprofundamento da cooperação internacional no setor educacional.

Ele instou esforços para aprofundar os intercâmbios interpessoais e culturais entre a China e outros países, incentivar a mobilidade estudantil em todo o mundo e reformar o sistema de governança educacional global.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.