China avança na coleta e reciclagem de resíduos sólidos

País também tem o objetivo de banir todas as importações de lixo até o final deste ano

O governo chinês avança em seus esforços antipoluição. Além de aumentar a taxa de reciclagem de lixo doméstico, a China tem o objetivo de banir todas as importações de resíduos sólidos até o fim de 2020.

Nos primeiros quatro meses do ano, houve uma queda de 47,3% na importação de resíduos. Ao longo dos anos, algumas empresas lucraram trazendo ilegalmente dejetos estrangeiros para o país, representando uma ameaça ao meio ambiente e à saúde pública.

A cidade de Pequim também apresentou progressos após introduzir a classificação obrigatória do lixo no mês passado. A quantidade média diária de resíduos de cozinha classificados atingiu 740 toneladas desde maio, alta de 159% em termos mensais e aumento anual de 37%.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.