China aumentará apoio fiscal para desenvolvimento no Cinturão Econômico do Rio Yangtzé

Diretrizes foram definidas em reunião executiva do Conselho de Estado presidida pelo primeiro-ministro Li Keqiang

A China aumentará o apoio fiscal e tributário para promover o desenvolvimento de alta qualidade do Cinturão Econômico do Rio Yangtzé, definiu uma reunião executiva do Conselho de Estado nesta semana.

Presidido pelo primeiro-ministro Li Keqiang, o encontro estabeleceu que devem ser feitos esforços para apoiar a conservação ecológica em províncias e cidades ao longo do rio e coordenar a proteção e restauração da ecologia de montanhas, rios, florestas, terras agrícolas, lagos e pastagens.

A pesca em águas cruciais do rio deve ser proibida e os esforços devem ser direcionados para ajudar os pescadores que abandonaram suas redes, como exigido por uma moratória de 10 anos

As províncias e cidades ao longo do rio Yangtzé devem ser encorajadas a construir zonas-piloto de livre comércio e zonas alfandegárias abrangentes. A reunião destacou o apoio às pequenas e médias empresas para explorar o mercado internacional e promover a transformação e atualização do comércio exterior.

Os esquemas estabeleceram objetivos e medidas em áreas como saúde, educação, segurança social e bem-estar, família, meio ambiente e lei, e exigem a implementação da política nacional fundamental de igualdade de gênero.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.