China aumentará a assistência a crianças com malformações congênitas

Segundo a Comissão Nacional de Saúde, o programa será ampliado para 31 regiões de nível provincial

O governo chinês beneficiará mais crianças e menores com malformações congênitas por meio de subsídios financeiros, segundo informou a Comissão Nacional de Saúde. O programa, que foi lançado pela primeira vez em 2017 para ajudar pacientes carentes, será ampliado para 31 regiões de nível provincial em todo o país.

De acordo com o programa, pacientes de até 18 anos que venha, de famílias com dificuldades financeiras são elegíveis para receber os subsídios, que podem variar de 3 mil yuans (US$ 446,4) até 30 mil yuans. Dados oficiais mostram que todos os anos nascem mais de 200 mil bebês com malformações clinicamente visíveis na China, sendo que a maioria deles são portadores de desordens congênitas estruturais.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.