China atinge suprimento de energia suficiente no primeiro semestre, diz oficial

Estoques de carvão nas usinas do país ultrapassaram 170 milhões de toneladas

Foto aérea tirada em 21 de julho de 2022 mostra o Projeto de Demonstração Fotovoltaica da Superfície da Água Xinghuo do Campo Petrolífero de Daqing em Daqing, Província de Heilongjiang, nordeste da China. (Xinhua/Zhang Tao)

Créditos: Xinhua/Zhang Tao

A China garantiu um suprimento de energia suficiente no primeiro semestre deste ano, disse nesta quarta-feira Li Fulong, diretor do departamento de planejamento de desenvolvimento da Administração Nacional de Energia (ANE).

Com esforços coordenados para atender à demanda por eletricidade, os estoques de carvão nas usinas do país ultrapassaram 170 milhões de toneladas no período de janeiro a junho, um aumento anual de 51,7%, revelou o oficial em uma coletiva.

O investimento em grandes projetos de energia aumentou 15,9% anualmente durante o período.

Li espera que o consumo de energia do país continue a se expandindo no segundo semestre deste ano, com uma taxa de crescimento maior do que a observada no primeiro.

“Ao longo dos anos, a ANE, governos locais e empresas desenvolveram medidas eficazes para lidar com os picos de uso de energia. O fornecimento será impulsionado ainda mais para garantir operações estáveis no segundo semestre de 2022”, garantiu Li.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.