China apoia isenção de direitos de propriedade intelectual de vacina contra Covid-19

Ministério das Relações reafirmou importância global do imunizante na luta contra pandemia

A China entende e apoia o apelo dos países em desenvolvimento para isentar os direitos de propriedade intelectual das vacinas contra Covid-19, revelou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, na segunda-feira.

Zhao fez os comentários em uma coletiva de imprensa. Observando que os imunizantes são uma arma poderosa na luta contra a pandemia, Zhao disse que, como o maior país em desenvolvimento e membro responsável da comunidade internacional, a China fará de tudo para ajudar os países a superarem a pandemia.

“A China apoia qualquer ação propícia ao acesso equitativo às vacinas para os países em desenvolvimento. É um reflexo da natureza das vacinas contra Covid-19 como um bem público global e uma parte necessária da construção de uma comunidade global de saúde para todos”, acrescentou.

A nação tem feito contribuições para a acessibilidade das vacinas nos países em desenvolvimento, embora tenha uma população enorme e um suprimento de vacinas muito apertado, lembrou Zhao. Ele acrescentou que a vacina chinesa Sinopharm contra Covid-19 foi validada para uso emergencial pela Organização Mundial da Saúde.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.