China apoia cientistas na pesquisa da origem e rota de transmissão da COVID-19

Especialista da Universidade de Oxford acredita que vírus pode não ter começado no país asiático

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Zhao Lijian, afirmou na última semana que a China continua apoiando os cientistas de todo o mundo na realização de pesquisa científica sobre a origem e a rota de transmissão do coronavírus.

A declaração foi dada após um especialista da Universidade de Oxford afirmar em reportagem que o coronavírus poderia ter se mantido inativo no mundo e surgido quando as condições ambientais foram corretas para ele se proliferar, em vez de ter começado na China.

“A reportagem defende mais uma vez o fato de que rastrear a origem do vírus é um assunto científico complicado, e depende dos cientistas do mundo para realizar pesquisa e cooperação científica internacional”, assinalou Zhao.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.