China anuncia que 40 distritos saíram da pobreza

Apesar dos resultados positivos, o governo continuará com suas políticas para o alívio da pobreza

A meta chinesa de eliminar completamente a pobreza do seu país até 2020 continua avançando, sendo que 40 distritos foram oficialmente removidos da lista de pobres, de acordo com Xia Gengsheng, subchefe do Escritório de Grupo Dirigente de Alívio da Pobreza e Desenvolvimento do Conselho de Estado. A informação foi divulgada em uma coletiva de imprensa: “Os 40 distritos atingiram um marco com a remoção da etiqueta de ‘pobre’, comemorou o oficial.

Só na província de Sichuan, no sudoeste da China, foram 10 distritos que conseguiram sair da lista, sendo que os outros distritos que alcançaram tal marca ficam nas províncias de Jiangxi, Heilongjiang, Hunan e Shanxi. Para não ser mais considerado um distrito pobre, ele precisa ter menos de 2% (3% se o distrito ficar na região oeste do país) de sua população abaixo da linha de pobreza nacional, que é definida como uma renda anual per capita de 2.300 yuans (US$ 348).

Xia afirmou, entretanto, que a remoção desses distritos da lista não significa o fim dos esforços para o alívio da pobreza. Ela garantiu que as políticas favoráveis, os subsídios e o apoio financeiro irão continuar, assim como a supervisão para garantir um maior desenvolvimento dessas áreas.

Os resultados da avaliação dos 85 distritos restantes que se encontram na lista oficial de distritos pobres deverão ser divulgados pelas autoridades em setembro. Nos últimos cinco anos, mais de 68 milhões de pessoas saíram da pobreza, sendo que 8,3 milhões delas foram reassentadas de áreas inóspitas. De acordo com o relatório de 2018 do governo, a proporção da pobreza na China caiu de 10,2% para 3,1%.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.