China amplia apoio a serviços de assistência para idosos e crianças

Prestadores enfrentaram dificuldades causadas pela pandemia

Créditos: Xinhua/Jiang Kehong

A China adotou uma série de medidas para apoiar as indústrias de assistência a idosos e crianças para ajudá-las a superarem as dificuldades, revelou nesta quinta-feira o mais alto planejador econômico do país.

Alguns prestadores de serviços de cuidados a idosos e crianças enfrentaram vários desafios nos últimos dois anos devido à pandemia, lembrou Su Wei, oficial da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma, em uma coletiva de imprensa.

Uma circular emitida anteriormente detalhou as medidas direcionadas, como isenção de aluguéis e impostos, além de fornecer apoio financeiro para prestadores de serviços de cuidados a idosos e crianças, para ajudá-los a superarem as dificuldades, observou Su.

Os aluguéis de propriedades estatais serão dispensados para micro, pequenas e médias empresas e trabalhadores autônomos, garantiu ele.

O país também decidiu cortar os prêmios de seguro para desemprego e seguro de acidentes de trabalho, ao mesmo tempo em que adia seguro de velhice, seguro-desemprego e seguro de acidentes de trabalho para o setor atingido pela COVID-19, acrescentou Su.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.