China afirma que pico da COVID-19 acabou no país

Número de novos casos no epicentro da doença caiu para um dígito

Médicos posam para foto após fechamento de hospital temporário em Wuhan.

A Comissão Nacional de Saúde da China anunciou nesta quinta-feira que o pico do atual surto do novo coronavírus acabou no país. “Os novos casos têm diminuído, e a situação epidêmica geral permanece em um nível baixo”, disse Mi Feng, porta-voz da comissão.

O número de novos casos em Wuhan – epicentro da doença – caiu para um dígito, com apenas oito confirmações relatadas na quarta-feira. A parte continental da China registrou sete novos casos, sendo que seis foram importados do exterior.

Mi afirmou que não haverá nenhum alívio dos esforços no trabalho de prevenção e controle epidêmico no país, e que a prioridade será o tratamento dos pacientes que ainda não foram curados.

A declaração se deu após o anúncio da Organização Mundial da Saúde (OMS) caracterizando o surto da COVID-19 como uma pandemia. Atualmente, há mais de 118 mil casos confirmados em 114 países. Até o momento, cerca de 4.000 pessoas morreram da doença em todo o mundo.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.