China acelera formulação de lei de investimento estrangeiro

Gao Feng, porta-voz do Ministério do Comércio da China, falou que as políticas do país continuarão estáveis, justas e transparentes

A China deverá acelerar a formulação de sua nova lei de investimento estrangeiro em meio aos esforços para impulsionar a liberalização de investimento, segundo afirmou Gao Feng, porta-voz do Ministério do Comércio, em uma entrevista coletiva. “A China manterá suas políticas estáveis, justas, transparentes e previsíveis, para melhor proteger os direitos e interesses legítimos das empresas de investimento estrangeiro”, disse.

Espera-se que a nova legislação combine as três leis de investimento estrangeiro do país para promover o investimento estrangeiro. Ela deverá seguir as políticas de liberalização e facilitação de alto nível de comércio e do investimento, facilitando de forma significativa o acesso das companhias estrangeiras ao mercado chinês. “Durante os 40 anos de reforma e abertura, a China segue intensificando a proteção e o aprimoramento dos serviços aos investidores estrangeiros”, afirmou Gao.

Quando falou sobre o crescimento positivo das empresas estrangeiras recém-estabelecidas no país e o uso de investimento estrangeiro nos três primeiros trimestres, Gao ressaltou que os investidores globais mostraram uma firme confiança na ampliação da abertura da China. O país asiático foi o que mais recebeu investimento estrangeiro direto (IED) no primeiro semestre de 2018, enquanto o IED global caiu 41% no mesmo período, chegando ao seu nível mais baixo nos 10 últimos anos. De acordo com Gao, esses dados mostram ainda mais a confiança de investidores estrangeiros no ambiente e nas perspectivas de investimento do país.


Fonte: Xinhua

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.