China acelera desenvolvimento de energia limpa

Segundo a Administração Nacional de Energia da China as fontes de energia limpa representam 22,1% do consumo energético do país

A China acelerou o desenvolvimento de energia limpa e intensificou a exploração de gás natural nos últimos anos, segundo Zhang Jianhua, chefe da Administração Nacional de Energia da China. Ele afirmou que atualmente as fontes de energia limpa respondem por 22,1% do consumo de energia, contra os 14,5% de cinco anos atrás.

Zhang disse que o consumo de carvão representa menos de 60% do uso de energia, hoje em dia, e que a intensidade energética melhorou ao longo dos últimos cinco anos, com a energia por unidade de PIB diminuindo 20,3%. A China também intensificou a exploração do petróleo e do gás natural para garantir a segurança energética, mas tem procurado diminuir o uso do carvão e de outros combustíveis fósseis para combater a poluição e promover o desenvolvimento econômico fora da indústria pesada.

O país fez avanços em tecnologias-chave para energia nuclear, petróleo e gás natural não convencionais e alcançou inovações em setores como redes elétricas inteligentes, veículos elétricos e big data de energia, disse Zhang. Ele acrescentou que, no futuro, a China continuará impulsionando o uso de energia limpa e expandindo a cooperação energética internacional.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.