China acelera criação de vacina contra o novo coronavírus

O diretor-executivo da empresa corresponsável pela vacina afirmou que as suas amostras deverão ficar prontas em, no máximo, 40 dias

O Hospital Oriental de Xangai, pertencente à Universidade Tongji, informou que foi aprovado de forma urgente um projeto para o desenvolvimento de uma vacina mRNA contra o novo coronavírus 2019-nCoV. A vacina será desenvolvida de maneira conjunta pelo hospital e pela empresa Stermirna Therapeutics.

Li Hangwen, diretor-executivo da companhia, disse que o tempo requerido para produzir amostras da vacina não passará dos 40 dias, com base na nova geração de tecnologia mRNA e alguns procedimentos preliminares. As amostras serão enviadas para testes e levadas para as clínicas o mais cedo possível.

O ciclo de produção das vacinas tradicionais pode estender-se de cinco e seis meses, enquanto as vacinas baseadas em mRNA têm a vantagem de um ciclo de desenvolvimento e produção mais curto.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.