Chile aprova uso emergencial de vacinas chinesas para crianças de 6 a 17 anos

O Instituto de Saúde Pública do Chile (ISP) aprovou, na segunda-feira, o uso emergencial da vacina CoronaVac, feitas pela empresa farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos.

O diretor do ISP, Heriberto Garcia, fez o anúncio em uma coletiva de imprensa realizada após uma reunião de especialistas sobre o uso do medicamento. “Os dados mostram que o número de crianças infectadas está aumentando devido ao fato de não estarem vacinadas”, ele explicou.

Os especialistas do ISP destacaram a segurança da CoronaVac e sua resposta imunogênica testada. De acordo com os últimos dados do Ministério da Saúde, um total de 13.074.496 pessoas foram totalmente vacinadas no país , representando 86,01% da população alvo de 15,2 milhões.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.