Chanceler chinês pede que países evitem suspeitas infundadas no combate à COVID-19

“Diante desta crise sem precedentes, as nações deveriam estar para além das ideologias”, afirma ministro das Relações Exteriores da China.

O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi

Na última sexta-feira, o conselheiro de de Estado e ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, teve uma conversa telefônica com Josep Borrell, alto representante para Assuntos Exteriores e Política de Segurança da União Europeia (UE).

No diálogo, Wang assinalou que, “diante desta crise sem precedentes, as nações deveriam estar para além das ideologias e, em particular, evitar qualquer ato de politização da cooperação contra a doença”.

Quanto a certas suspeitas sobre as intenções da China atrás de sua assistência à Europa, o chanceler sublinhou que “a China é uma nação agradecida e que sua ajuda em resposta às necessidades da UE é um ato de reciprocidade por sua gentileza e se baseia no espírito humanitário internacional”.

“Há diferentes países, mas as pessoas vivem em uma aldeia global e formam uma comunidade com um futuro compartilhado”, afirmou Wang.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.