Chanceler chinês pede que China, Rússia e Índia trabalhem juntas no combate ao coronavírus

Em videoconferência, Wang Yi reforçou a importância de preservar justiça internacional

Nesta terça-feira, ministros das Relações Exteriores da China, Rússia e Índia fizeram uma videoconferência. Wang Yi, conselheiro de Estado chinês, pediu que os três países combatam conjuntamente o coronavírus e preservem a justiça internacional.

Observando que este ano marca o 75º aniversário da vitória na Segunda Guerra Mundial e a fundação da ONU, Wang solicitou aos três países que defendam firmemente os frutos da vitória na Segunda Guerra Mundial.

“Eles devem se opor resolutamente a qualquer ato de reversão da roda da história, resistir firmemente ao hegemonismo e à política de poder, e promover a democratização e a legalização das relações internacionais”, reforçou o chanceler chinês.

“A China, a Rússia e a Índia devem estar comprometidas em manter o sistema internacional com a Organização das Nações Unidas no núcleo e em defender o multilateralismo para fortalecer e melhorar a governança global”, disse Wang.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.