Cemitério de 3 mil anos é descoberto no centro da China

Mais de 20 tumbas encontradas remontam ao final da Dinastia Shang

Um aglomerado de tumbas que remonta ao final da Dinastia Shang (1600-1046 a.C) foi descoberto recentemente na vila de Shaojiapeng, cidade de Anyang, na província de Henan, no centro da China, de acordo com o instituto de relíquias culturais e arqueologia da cidade. Localizado a 2,4 km do palácio e do templo ancestral das Ruínas Yin, Patrimônio Mundial da UNESCO, Shaojiapeng é considerada a principal área de residência do clã “Ce” da dinastia Shang.

Um total de 18 fundações de edifícios, 24 tumbas, quatro fossos para cavalos e carruagens, juntamente com relíquias, incluindo obras de bronze, jade e objetos de pedra, utensílios de osso e conchas, foram encontrados durante uma escavação de dois anos no local.

Seis carruagens e vários guerreiros de terracota e cavalos enterrados com os mortos foram descobertos nos fossos, acompanhados de decorações luxuosas. Alguns dos guerreiros foram encontrados usando chapéus e as testas de alguns cavalos foram decoradas com objetos de ouro e bronze.

Comentários

Todos os campos abaixo são obrigatórios. Seu e-mail não será publicado.